relato do meu parto

Dia 24.08.2016 às 21h35, nesse dia e hora me tornei completa, plena e senti novamente o maior amor do mundo. Lorenzo chegou, lindo, gordinho e saudável. Nesse post vou contar para vocês o relato do meu parto, uma cesariana humanizada.

 




 

Durante toda a gravidez eu me preparei para ter um parto normal. Era um sonho que eu queria muito realizar, o desejo de parir de forma natural, sem analgesia ou qualquer interferência. Na realidade essa era minha vontade desde a gravidez da Julia, mas como já contei para vocês no relato do parto dela (LEIA AQUI), tive que fazer uma cesariana às 38 semanas, pois ela estava com pouco líquido amniótico.

Com esse desejo de parto natural em mente, esperamos 38…39…40…41 semanas e nada de Lorenzo querer nascer. No meu plano de saúde, é conduta do hospital e dos médicos não esperar mais de 41 semanas para o nascimento, e ao chegar à essa idade gestacional, fui internada e lá pude optar se queria induzir o parto normal ou fazer uma cesariana. Como era minha vontade iniciamos a indução.

Dia 23.08.16, uma terça feira próximo da hora do almoço, iniciamos a ocitocina sintética na veia, um hormônio que ajuda a afinar o colo do útero e a dilatação, induzindo as contrações. Começamos com uma dose pequena e a cada hora ia dobrando a quantidade, até que eu entrei em trabalho de parto. Me recordo que era umas 18hs e iniciaram as contrações mais ritmadas, porém ainda leves. O tempo foi passando e a intensidade aumentando. Para auxiliar no processo de dilatação comecei a caminhar pelo corredor da maternidade, tomar banho quente, sentar na bola de pilates e ficar em posições que me sentia confortável. Procurei relaxar e esperar meu corpo fazer o que tinha que ser feito. Durante todo esse tempo tive o apoio da minha amiga Cacau Prado, que é doula, e mesmo longe não me deixou sozinha e o tempo todo conversamos e ela me acalmou e orientou. Obrigada amiga!

Às 21hs o meu marido chegou para me acompanhar no trabalho de parto, até então ele estava trabalhando e cuidando da Juju, mas à partir dali eu precisava dele, meu porto seguro. Parece que meu corpo estava esperando ele chegar, ou eu que me senti mais segura, e à partir dali o processo ficou “alucinante”, é estranha a palavra, mas é a única que encontrei para definir o que aconteceu. As contrações se ritmaram de vez, estavam muito intensas, e vinham a cada 5 minutos, durando em torno de 30-40 segundos cada. Comecei a encontrar formas de me manter confortável durante cada contração, meu marido foi testando formas de aliviar minha dor, e a massagem vigorosa na região das costas na hora da contração foi o que mais me ajudou.

Já não me lembro que horas era e fomos para o chuveiro quente,  e lá se iniciou a parte do meu trabalho de parto que eu não me lembro, sai de mim e fui para a partolandia. Só me lembro de estar no banheiro escuro, embaixo do chuveiro, hora na bola de pilates, hora em pé me apoiando nas barras ou na pia, com meu marido me massageando a cada contração, que agora vinha a cada 2 minutos e com a enfermeira obstétrica sentada ao lado, acompanhando a evolução do processo. Meu marido disse que eu realmente saí do ar, ele me perguntava as coisas e eu demorava em responder, estava mesmo fora dali. Me lembro apenas de estar concentrada, sentindo cada contração. A dor? É muito, muito forte! Uma cólica mais forte que qualquer uma que já senti na vida, mas é uma dor gostosa de sentir, pois sabemos que ela traz o melhor presente que podemos ganhar na vida.

Era umas 1h30 da manhã do dia 24.08.16 a enfermeira chamou o médico para me examinar, eu estava em um ritmo muito forte de trabalho de parto e precisávamos ver como estava a dilatação. Ele fez o toque e eu estava com 1cm apenas, e então ele me disse que seria melhor tirar a ocitocina, pois eu estava exausta e não iriam sobrar forças para passar pela parte final do parto se continuasse naquele processo. Me lembro que nesse momento comecei a voltar a mim, e parece que foi instantâneo, as contrações diminuíram, eu relaxei. Decidimos achar uma posição confortável para tentar descansar, afinal o dia seguinte seria longo. As contrações espaçaram e eu dormia entre cada uma delas. Umas 4h da manhã elas praticamente pararam e eu descansei.

 




 

Na manhã da quarta-feira o novo plantonista veio me examinar. Estava com 2cm e o Lorenzo tinha encaixado, me animei! Ele me disse que achava que podíamos tentar uma outra forma de engatar o trabalho de parto novamente que não fosse a ocitocina, e como eu sabia que se voltasse pra ela seria muita dor, optamos por fazer o descolamento da bolsa no colo do útero. Pensa em uma dor! Quase quebrei a mão do marido apertando, mas passou. Demorou umas 4 horas e as contrações voltaram, ainda com um ritmo bem leve. Caminhamos pelo hospital, tomamos banho, mas ela ainda não tinha ritmado.

Umas 18hs o médico me examinou novamente, estava com quase 4cm, mas as contrações pareciam não evoluir. Eu precisava delas para dilatar. Esperamos, caminhamos mais, mudou o plantão dos médicos novamente. Estava caminhando no corredor quando vi que o plantonista era o meu médico de pré natal, me senti segura, sabia que ele me conhecia e ia fazer o melhor para mim e para o Lorenzo. Ele me examinou e estava ainda com os 4cm, era 20h30, quase não tinha mais contrações e estava exausta. Ele me disse que já estava há 36hs induzindo o parto, e que ele só poderia esperar mais 12hs, para evitar que o Lorenzo pudesse passar por muito stress. Decidimos esperar mais um pouco e ele foi atender outras pacientes.

Voltei para meu quarto e naquele momento desabei, eu estava exausta, não dormia desde segunda para terça, estava morrendo de saudade da minha filha, queria que terminasse logo. Nesse momento pensei que poderia ficar mais uma noite sem dormir, e na manhã seguinte ainda não ter dilatado o suficiente. Chorando muito fui confortada pelo meu marido, de que fui guerreira, que já tinha tido a experiência do parto normal, mesmo que sem chegar ao final, e que não haveria problema algum em desistir, eu estava realmente exausta. Chamei a enfermeira e decidi que queria cesariana, mas que já que tinha passado por tudo aquilo, gostaria que ela fosse feita de forma humanizada, aquela em que ao nascer o bebê vem direto para meu colo e que mama nos primeiros minutos de vida.

E assim foi, descemos para o centro cirúrgico e às 21h35 ele chegou, pesando 3,835kg e 51cm, Lorenzo nasceu em uma cesariana humanizada, linda, emocionante e a sensação de paz e dever cumprido me fez relaxar. Assim que os médicos tiraram ele da barriga eu peguei ele entre os panos que me cobriam, ele veio todo sujinho de vernix, com um choro delicioso e ao ouvir minha voz abriu os olhos e olhou direto pra mim, parando de chorar. Chorei muito, foi incrível, um amor avassalador e inexplicável tomou conta de mim. Lorenzo chegou, ele chegou!! O médico esperou o cordão parar de pulsar e cortou, e então a enfermeira levou ele para o pediatra fazer os primeiros cuidados, e em 2 minutos ele voltou para mamar. Que sensação incrível! A natureza realmente é perfeita, ele mamou por uns minutinhos e então era hora de subir para o berçário para eu me recuperar da anestesia.

Depois de 1h30 eu já estava novamente com ele no quarto, e à partir daí não nos separamos mais, eu e meu príncipe, meu segundo filho, que amo tanto quanto a Julia, um amor imenso, que não cabe no peito, que não dá pra explicar, só é bom demais de sentir.

Tem tanta coisa pra contar ainda pra vocês sobre o que vem depois, mas aí já é assunto para outros posts. Com tudo que passei sei que foi do jeito que tinha que ser, não tive meu parto natural tão sonhado, mas não me arrependo de ter feito a cesariana, afinal, o final foi o mesmo, tive meu filho em meus braços saudável, e é o que mais importa.

Espero que eu tenha conseguido passar para vocês nesse relato um pouco do que senti naquele dia, o segundo dia mais feliz da minha vida, o dia em que minha família ficou completa.

 

 

 

 

Compartilhe

Comentários

  • Cristiane disse:

    Parabéns e muita saúde…

  • Marí Macêdo disse:

    Saindo do youtube direto para blog. Chorei com o relato( coisas de mãe). Parabénsss!

  • juliana ruiz disse:

    Meu parto tambem foi bem parecido porem nao pude amamentar minha filha!tudo que a de mas maravilhoso para vcs que Deus os abençoe a cada dia mais

  • Sandra paixão ribeiro disse:

    Que lindo foi o seu parto muito emocionante…parabéns o Lorenzo e lindo!!!

  • Vick disse:

    Lindos vcs,me emocionei com seu relato,cuide dele como cuida da juju,e dará tudo certo,vc tem me ensinado muito,eu estava sem vontade e motivação pr cuidar das minhas coisas,estou vendo seus vídeos e estou muito melhor,obg.

  • emanuelle scheneider disse:

    Oi me chamo emanuelle scheneider moro em colombo Parana.acompanho seu canal e nao via a hora de ver o rostinho do seu bebe .Q lindo ! Que Deus abençoe muito a sua familia bjos. Manda beijo pra mim nos seus videos

  • Marcia Isabel disse:

    Muito lindo seu relato! Parabéns, que papai do céu continue abençoando essa linda família.

  • Deise Tschoeke disse:

    Meu parto foi muito parecido com o seu; eu revivi minha história! Tudo de bom pra esta família linda; papai do céu os abençoe com muita saúde, paz e amor! Parabéns….

  • Leydiane Silva disse:

    Lindo demais! Deus os abençoe poderosamente!

  • Patrícia Soares disse:

    Lindo e emocionante seu relato..
    Me vi em vc agora.
    Parabéns!!!
    Desejo muita saude para vcs.

  • Lê Arcanjo disse:

    Que lindo! Me fez reviver tudo que passei há um ano. Tbm fiquei todo esse tempo induzindo o parto, mas não cheguei a sentir um terço de dor do que você sentiu. Só senti desconfortos. E depois de ter ficado mais de dois dias no hospital acabei aceitando a cesárea. Mas no hospital que ganhei minha filha o bebê fica juntos com a mãe o tempo todo. Coladinho mesmo, até na hora do pós cirúrgico. Enfim, que ele traga muita felicidade para sua família. Deus abençoe todos vocês! Beijos

  • Ana Paula disse:

    Parabéns Jenny que Deus continue iluminando sua família bjus

  • Danielle disse:

    Parabéns! Você foi forte! Só uma pequena dúvida: eu morria de medo de nao entrar em trabalh de parto no meu segundo filho( queria PN e no primeiro foi cesariana) pq me informaram que nao se podia induzir por ter sido cirurgia a primeira vez…. Mas se o seu foi né? rs

  • Licia disse:

    Jenny meu parto foi normal. Ler seu post foi fantástico. Pude sentir tudo que disse, cada contração. Rsrs! É sensacional. Um xeroo bem delícia em Lorenzo e na JUJU.

  • Carolina disse:

    Lindo relato até me emocionei , parabéns pra vocês e
    muita felicidades para a família!💜

  • Cristiana disse:

    Parabéns! Você é uma guerreira. Felicidades!

  • Erica disse:

    Parabéns Jenny!
    Vc foi uma grande guerreiraDeus abençoe vc e sua linda família.
    Bem vindo lorenzo!

  • Erica disse:

    Parabéns Jenny!!
    Realmente vc foi uma grande guerreira.
    Que Deus continue abençoando grademente vc e sua família linda Parabéns.
    Bem vindo lorenzo!

  • Andreia disse:

    Lindo relato mamãe Amélia. DEUS abençoe Lorenzo e toda sua família. Amo suas postagens. Bjim

  • Ariane disse:

    Emocionante seu relato neguinha, e que mulher guerreira, parabéns e saúde para vocês

  • Ana Julia disse:

    Nossa, chorei… Que emocionante! Sou fã ainda mais! Muita luz e paz nessa nova caminhada, agora mamãe de dois <3

  • Danieli disse:

    Lindo relato Jenny. Vc foi muito guerreira. Parabéns e mta felicidades. Bjs

  • Ana disse:

    Lindo, Jenny! Parabéns!!! Que Deus abençoe imensamente! 🙌🏻🙏🏻💞

  • Rosana disse:

    Chorei! !!Lindo!!!❤❤❤💙💙

  • jessica disse:

    Parabéns pela sua família linda deus abençoe. Bjs no Lorenzo e na Julia…

  • Ceça disse:

    Que lindo relato estou muito feliz por você minha linda e consegui sentir toda sua emoção, parabéns Jenny você é muito guerreira felicidades e saúde a você e sua família linda beijos

  • Paula Gomes disse:

    Foi o relato mais lindo de um bebê tão esperado! Que traga muita luz, paz e harmonia para sua família.
    Pois os filhos são bençãos do Senhor.
    Parabéns!

  • Daniela disse:

    Ah que lindo Jenny,que bom que correu tudo bem e isso é o que importa e que vcs dois estão bem acho que valeu toda a experiência…Que Deus abençoe a vida de vcs e dê muita saúde…Ah ele é lindo❤

  • daniela assumpção francisco disse:

    Parabéns pelo esforço, sua família é linda. Deus dê muita saúde para o Lorenzo a Juju e aos felizes papais.

  • Rita lima disse:

    parabéns vc é uma guerreira muita saúde pra toda sua família.Fiquei emocionada pois lembrei do meu parto que foi normal mais muito complicado.Bjos adoro vc.

  • Flavia disse:

    Parabéns pela sua familia linda deus abençoe!!!! Bjs no Lorenzo e na Julia

  • Carol disse:

    Parabens!!! Lindo o relato, e agora a família está mais completa e linda ainda!
    Tenho 3 filhos e os três foram partos normais, porém o último tive que o induzir , e pode acredita….foi a doooooor mais intensa que ja tive!!!!
    Os outros , a espera pelo parto tiveram tempos maiores, porém as dores foram menores…ja na indução…. Misericórdia!!!!
    Lembro de meu marido tb achar por várias vezes que eu ia desmaiar!!!! Kkkkkkk
    Felicidades!!!!

  • Euzebina alves disse:

    Que lindo parabéns!!! Muito guerreira. Felicidades q Deus abençoe vc é sua família…

  • Flavia disse:

    Parabéns por sua familia linda deus abençoe!!!!! Bjs no Lorenzo e na Julia

  • Fernanda disse:

    Lindo chorei muito lendo seu relato do segundo dia mais feliz da sua vida . Parabéns vc foi guerreira . Deus abençõe vcs.

  • Adriana Santos disse:

    Jeny que lindo!!! Para mim vc passou sim pelo parto natural, pois vc foi até onde seu corpo aguentou…. Parabéns!!!!! Que Deus ilumine sua familia.

  • Fabianne disse:

    Jenny, passei por isso no meu primeiro parto e sei bem o que é ter contrações de 2/2′ e nada de dilatação. Contração pra parir, dor pra parir e dilatação de início de TP. Me identifiquei qdo falou da saudades da Juju. Qdo fui ter Larinha, a segunda, só pensava na Isis em casa. Rapidinho optei pela cesárea. E foi ótimo pq meu útero estava fino como um papel e não aguentaria o parto normal. Te admiro mais ainda. Beijos e luz e saúde. Amor vc tem de sobra!

  • Soraia disse:

    Parabéns, também queria muito meu parto normal esperei até 41 semanas porém nas 41 não dilatei nem meio centímetro e o médico me disse é inútil espera mais uma semana vc não irá ter normal e assim fiz a cesariana mas não importa estamos com nosso sonho nos braços isso é a nossa felicidade amo seus vídeos boa recuperação bjsssss

  • Karla disse:

    Lindo lindo!! Me emocionei ao ler! Felicidades ❤

  • Jaqueline disse:

    Parabéns!! Muito lindo seu relato! Sei muuuuuuito bem o que você passou, tive uma experiência muito muito parecida, até no mesmo hospital rs. Tb fui internada para induzir. Me internei numa quarta feira as 15h e meu filho nasceu de cesariana as 0h33 de sábado! Eu induzi com a ocitocina (pelo amor, peguei um terror desse soro… nossa… dói muito) e tb colocaram um comprimido para afinar o colo.. Mas depois de tantas horas estacionei nos 5 dedos e ele ainda super alto, eu exausta.. pedi a cesaria tb! nem lembro direito da cirurgia de tao grogue que fiquei… Faz um ano isso. e agora estou gravida novamente de 19semanas! quero muito muito muito um parto normal dessa vez, vou fazer de tudo que puder para conseguir… mas Deus é quem sabe o que é melhor para nos ne! O mais importante é termos nosso baby lindo nos braços saudável! Que você tenha uma linda lua de leite! parabens ele é um fofooo

  • Erika disse:

    Que momento mágico e único! Muito bom você compartilhar, adorei ler cada linha. Parabéns pela família linda. Beijos

  • roseli disse:

    Ele é grandão.

  • grazy disse:

    Parabéns você foi uma guerreira fé verdade que Deus continue te abençoando vc e sua família.
    Me emocionei com seu relato imagino sua alegria agora com seu filho tô com 4 mês de gestação não vejo a hora de ter nos braços meu filho (a)

  • regiane disse:

    Parabéns Jenny, vc foi uma guerreira, Deus te abençoe.

  • mayara disse:

    Parabéns Jenny, vc foi mesmo uma guerreira. O importante é que vc e o Lorenzo estão bem. Tudo de bom pra vc e ssua família linda. Super beijo.

  • jane disse:

    Parabéns pela força Jenny. Entendo o que você sentiu. Realmente chegamos a exaustão. Meu segundo parto foi induzido… Um Longo dia de domingo. O terceiro a sete meses também foi…mas esse não evoluiu como esperava e fiz minha primeira cesariana (nada humanizada), pq ela saiu de mim direto p UTI. Pensa no medo q senti. Graças a Deus deu tudo certo e a tenho grudadinha a mim. Um beijo pra família 💋💋

  • Laura disse:

    Parabéns jenny!!! Acompanhei sua gravidez pelo YouTube, não sabia que já tinha nascido ! Muitas felicidades!!!!

  • Aury disse:

    Relato lindo, emocionante! Parabéns vc foi guerreira!

  • Tamires disse:

    Que coisa mais linda impossível não se emociona.
    Parabéns guerreira forte.

  • Denize Regioli disse:

    Nossa que lindo , nada se compara a essa emoçao!!! Deus abençoe muitissimo a vocês!! Bjo Denize Regioli

  • GE Simoes disse:

    Que lindo esse relato diva .
    Com certeza vc foi sim uma guerreira e fez o melhor para o seu Príncipe.
    Saúde pra toda essa linda familia.
    Bjs

  • bianca disse:

    Na gravidez do Davi passei pelo mesmo que fosse, no momento fiquei chateada pois queria muito parto normal, porém estava a mais de 24hs em trabalho de parto e não saia de 5 cm, no meu caso optei pela césares quando a médica estourou a bolsa e não sabemos até hoje porque eestava sem líquido, não sei se estourou durante a inducao e não percebemos, mas ficamos com medo por não saber a quanto tempo estava sem líquido, não me arrependo da escolha porque e tentei, fiz de tudo mas teve que ser asim. Quando for tentar o segundo irei tentar novamente e seja o que Deus permitir!
    Parabén jheny o lorenzo e lindo e ssaudável, parabéns por sua família que Deus oos abençoe sempre

  • Sônia Azevedo disse:

    Você não foi só guerreira, mas muito forte, corajosa, uma lutadora eu mesma sempre quis parto normal e não pude na primeira gravidez cheguei ao hospital 01:00 da manha com a bolsa rompeu meu medico não gosta de induzir parto deixa bem no natural ai as 07:00 da manha não tive dilatação nenhuma e já tinha perdido muito líquido aminótico fomos para a cesariana e toda aquela impressão ruim que eu tinha da cesariana foi embora passei super bem e meu filho é super esperto, inteligente, saudável e com isso na segunda gravidez eu não quis tentar parto normal ate porque tinha medo ja que a cesariana tem varias camadas internas cortadas que são coladas e com a força do parto normal pode se romper sei lá tenho medo meu médico marcou a cesariana com 39 semanas e tudo correu super bem. Sou uma mãe que não sabe a dor do parto rsrsrsrsr, bjs sua família é linda e todas nó somos mães

  • Carina disse:

    Parabéns Jenny por ter tentado até seu limite!!! E como vc mesma disse, o importante é que os dois estão bem e saudáveis!!! Lindo relato 💟

Deixe uma resposta