Olá Amelietes, tudo bem com vocês?

Seu filho reclama de escovar os dentes? É sempre uma dificuldade o momento da escovação? Então hoje na coluna Papo de Dentista a Dra. Priscila vai nos dar dicas sobre o assunto! Bora pra leitura.

 

 

É bastante difundida a importância da implementação precoce dos hábitos saudáveis de saúde bucal na primeira infância. Mas o seu filho é resistente e o momento da escovação é um verdadeiro tormento? Hoje temos algumas dicas para tentar reverter essa situação.

1. Nunca faça do choro ou da birra um motivo para que a escovação não seja feita, porque o(a) pequeno(a) não consegue entender, por sua imaturidade, a real importância da escovação;
2. Tente explicar o porquê de escovar os dentes e usar o fio dental de forma lúdica para que a criança possa entender;
3. Faça com que o hábito da escovação seja uma rotina na vida da criança. Portanto fixe turnos para sua realização (no mínimo três – após as principais refeições: manhã, tarde e antes de dormir);
4. Quando você for comprar a escova, creme dental e fio dental deixe a criança participar das escolhas. Não esquecer que elas devem estar de acordo com as indicações determinadas pela odontopediatra;
5. Faça da escovação uma alegria. Cante músicas e conte historinhas que envolva o momento. Dica: procure na internet ou use a imaginação;
6. Durante a escovação, pronuncie juntamente com seu pequeno as vogais. Em cada som emitido, ele ficará com a boca aberta e você fará a escovação. Uma forma divertida de escovar os dentes, que além motivar quanto ao hábito vai ensinar as vogais;
7. Mostre que o papai e a mamãe também escovam os dentes;
8. No momento da escovação da criança, pegue sua escova de dente e realizem a escovação juntas;
9. Pegue um(a) boneco(a) que a criança goste para participar da escovação;
10. Assim como a resistência para tomar banho é uma fase, a da escovação não é diferente. Persista! Persista! Persista!;
11. Insistir na realização da escovação e uso do fio dental é um benefício presente e futuro, pois os hábitos implementados na infância serão levados a vida adulta;
12. Se a resistência persistir procure um odontopediatra. Pois ele dispõe de todo o preparo e recursos para minimizar tamanha resistência.

Falando em escovação… No próximo post vamos dizer quando ela deve ser iniciada e sua frequência.

 

 

20.05.15-1

 

Priscila Alencar tem 30 anos, é Dentista especialista em Odontopediatria pela ABO/RN; Pós-graduada em Ortodontia Preventiva e Interceptativa pela UFRN em Dentística Restauradora pela Academia Norte-Riograndense de Odontologia; Odontopediatra do Colégio das Neves; Mãe de uma princesa de 1 ano e 5 meses ela também é Autora do @blog_meudentinho e idealizadora e palestrante do @diadmae.

Compartilhar:

 

0 0 votes
Article Rating
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments