desenvolvimento da fala

 

No post desse mês da coluna Papo de Fonoaudióloga escrita pela Elza Ruivo, falaremos sobre o desenvolvimento da fala e da linguagem nos primeiros anos de vida da criança. Saber como ocorre esse processo e estimulá-lo da melhor maneira é de fundamental importância para o desenvolvimento da criança.

 




 

A fala é uma das manifestações da linguagem, que é uma forma de expressão tipicamente humana, tendo como principal função a comunicação entre as pessoas. Para que a aquisição e o desenvolvimento ocorram adequadamente, alguns fatores estão envolvidos desde o nascimento do bebê, como as condições neurobiológicas e ambientais apropriadas.

 

desenvolvimento da fala

Desenvolvimento da Fala e Liguagem da criança – Fonte: Fonoaudiologia.org.br

 

Desde o nascimento as situações de diálogo mamãe e bebê já ocorrem em várias situações, e são extremamente importantes para a estimulação da linguagem.

Cada momento do dia deve ser utilizado propiciando essa interação. Recomenda-se conversar durante as atividades diárias como alimentação, banho, troca de roupas, etc. Nesse momento é importante o contato visual, pois além de demonstrar o afeto, reforça o interesse diante da tentativa de respostas. A compreensão do bebê antecede a emissão, desse modo a comunicação se inicia muito antes das primeiras palavras.

 

No primeiro ano de vida a criança começa a compreender que pode utilizar determinados comportamentos como meio de expressão de seus desejos e passa agir utilizando ações como: apontar o objeto que deseja , levar a mão do adulto na direção daquilo que quer, entre outras ações, na maioria das vezes esses gestos são acompanhados de vocalizações que ainda não são consideradas palavras.

 

Ao redor dos 12 aos 18 meses a criança passa a se comunicar de maneira intencional e muitas delas passam a usar as primeiras palavras nessa fase. As primeiras palavras que a criança fala são, em geral, as que têm maior importância em sua vida/rotina e são fáceis de produzir.

 

Entre 18 e 24 meses a criança passa por uma explosão do vocabulário , ela já fala de 50 a 100 palavras e pode duplicar ou até triplicar o vocabulário em poucos meses, pois essa é uma fase de intenso aprendizado. O avanço e o amadurecimento da linguagem dependem dos estímulos que a criança recebe do ambiente.

 

Na sequência novas palavras são incorporadas e progressivamente dominadas pela criança ao longo de sua infância.

A partir dos 5 anos, a criança que vem apresentando uma evolução da linguagem, já apresenta um domínio importante da gramática básica de sua língua; também espera-se que já tenha dominado todos os sons da fala, ou seja, não mais apresente dificuldades caracterizadas por troca ou omissões em sua pronúncia das palavras.

 

Por isso, embora haja variações individuais, é importante procurar a orientação de um Fonoaudiólogo caso a aquisição e o desenvolvimento da fala e da linguagem não sigam os padrões esperados.

 

Elza Ruivo é Fonoaudióloga Clínica atuando com crianças e adultos. É graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia. Possui Curso de Extensão em Fonoaudiologia em Unidade de Terapia Neonatal; cursos na área de Motricidade Orofacial; Cinesiotape Neuromuscular e Atenção Humanizada ao Recém Nascido de Baixo Peso- Método Canguru; Manejo e Promoção do Aleitamento Materno. É autora do perfil no instagram @fonoelzaruivo.

 

 

Compartilhar:

 

0 0 votes
Article Rating
guest
1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Josiene
Josiene
5 anos atrás

Muito bom saber , a minha bebê tem 1 ano e 2 meses e está ficando cada dia mais sabida