Final de ano é época de fazer aquela super arrumação no guarda-roupas, não é? Então hoje trouxe para vocês essa sugestão de pauta escrita pela personal organizer Ingrid Lisboa e que achei perfeita para compartilhar com vocês, ela está recheada de dicas bacanas que vão super inspirar você à fazer um detox no guarda-roupas também.

 

 

Particularmente, adoro esta época de fim de ano. E adoro por vários motivos. Um deles é porque, junto com as deliciosas comemorações, vêm muitos presentes e, com as viagens de férias, muitas compras e novidades.

 

É um ótimo momento para fazer um closet detox! Nada melhor do que abrir espaço para as coisas novas e refrescar o ambiente, renovar as energias, não é mesmo? Simples momentos que podem nos fazer sentir ainda mais sensações positivas e nos preparar para receber coisas ainda melhores. Não é maravilhoso quando você abre o guarda-roupa, veste uma roupa limpinha e perfumada, e se sente linda, pronta para enfrentar o dia?

 

Sei que, para algumas mulheres, é mais difícil desapegar-se, especialmente para quem costuma investir em peças boas, duráveis, de excelente corte e caimento. Mas, pela minha experiência em ajudar as clientes nos processos de descarte e mudança, percebo que, mesmo quem só investe em coisas boas acaba precisando desapegar. Isso porque não temos realmente espaço para armazenar tudo. E, muitas vezes, faz parte da própria profissão ter uma quantidade de roupas e acessórios e você acaba extrapolado os limites dos armários, não é? De repente, você se vê acumulando coisas que nem usa mais porque tem um carinho especial por aquela roupa, pela ocasião que ela representa.

 

Por achar que é possível desapegar sofrendo pouco – ou quase nada! –, quero dividir 4 dicas com você:

 

Desapegue-se das peças que você não usa há 2 anos ou mais, sejam elas calças, vestidos, blusas ou sapatos. Estatisticamente, tenho observado que, quando ficamos mais de 2 anos sem usar uma roupa ou acessório, a chance de que os usemos novamente cai pelo menos uns 80%. Juro que não é exagero! Às vezes, compramos, por exemplo, peças tão fast fashion que na estação seguinte já não usamos mais. Outras vezes, mudamos o gosto por algum detalhe específico da roupa, o que no faz deixar de usar algumas peças. Eu, por exemplo, já fui muito fã de saias curtas. Nos últimos anos, porém, só tenho usado as que ficam pouco acima do joelho. Ou seja, mesmo que minhas saias curtas sejam lindas e confortáveis, elas não combinam com meu jeito de vestir atual. Então, merecem ir para uma nova dona!

 

Desapegue-se de todas as peças para as quais você precisa criar um motivo para usá-las. Até porque, se a roupa está há mais de dois anos no guarda-roupa e a ocasião ainda não chegou, tem muita chance de não chegar em breve. Então desapegue-se! Na prática, você pode fazer assim: pegue cada peça que nunca usou – ou que usou bem pouco – e pergunte-se duas coisas: 1) “Em que ocasião eu a usaria?” e 2) “Esta roupa combina com meu estilo de vestir atual?”.

 

Você vai se surpreender com as respostas. E vai se surpreender com a capacidade que temos de manter no armário sapatos que são lindos e de ótima qualidade, mas que não têm nada a ver com nosso estilo atual. E, muitas vezes, as coisas só estão lá porque estamos com a vida tão corrida que não paramos para descartá-las.

 

Desapegue-se das peças que são de cores, modelos, estampas e padronagens de que você gosta, mas que verdadeiramente não ficam bem em você. Sabe aquelas roupas que são lindas na vitrine e nas outras mulheres, mas em nós não ficam boas sem que saibamos explicar o motivo? Você veste, olha-se no espelho e não sabe explicar por que a roupa não ficou boa, por que não se sente linda usando uma peça tão bacana. Normalmente é porque a cor, o modelo ou o corte são lindos, mas não em nós. Simples assim. E esse tipo de roupa vai ficando por anos a fio nos nossos armários… Que tal doar para uma amiga que fica linda com a peça e liberar esse espaço para peças que a valorizem e a façam se sentir poderosa?

 

Última dica: não se desapegue do que é superbacana, combina com várias coisas que você tem, mas está precisando de ajuste ou manutenção. Pode ser que você não esteja usando uma blusa há meses simplesmente porque ela está sem botão. Então, ajuste o que for possível, mande trocar os botões e costure o que está rasgado. Para se sentir ainda mais confiante com aquele look que a favorece, não se esqueça de lavar suas roupas usando o amaciante Downy de que você mais gosta. Suas roupas ficarão com um perfume intenso e duradouro, além disso é uma dica bacana para você cuidar das suas peças para elas parecerem novas por muito mais tempo.

 

Por estatística minha, ao acompanhar e orientar o descarte de várias clientes há tantos anos, posso afirmar que seu detox chegará em 20% ou até 30% do conteúdo do armário sem tanto esforço. Pode parecer bastante, mas mantemos em casa muita coisa que não usamos. Às vezes, elas estão lá porque não investimos tempo em descartá-las. Às vezes, porque mudamos nosso jeito de nos vestir. Às vezes, por outros tantos motivos. O importante é conseguir tempo livre para desapegar-se, descartar e abrir espaço para o ano-novo, para deixar circular as energias e estar aberta para tudo de melhor que há por vir. Pequenos detalhes do seu dia fazem você se sentir ainda mais poderosa!

 

** Esse post é uma sugestão de pauta enviada pela assessoria de imprensa da marca Downy.

Compartilhar:

 

0 0 votes
Article Rating
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments