Você sabe o que é gordura trans? Onde encontramos? A resposta dessa e de outras perguntas sobre o assunto está hoje no post da Coluna Papo de Nutricionista escrita pela Nutri Angélica Padilha.

 

O que é gordura trans?

É um tipo específico de gordura formada por um processo de hidrogenação natural (ocorrido no rúmen de animais) ou industrial.

 

Onde são encontradas?

Há pequenas quantidade no leite e nas carnes vermelhas, mas estão presentes principalmente nos alimentos industrializados como: sorvetes, batatas-fritas, salgadinhos de pacote, pastelarias, bolos, biscoitos, entre outros; bem como as gorduras hidrogenadas e margarinas, e os alimentos preparados com estes ingredientes.
Por que a indústria utiliza?
Pois melhora a consistência dos alimentos e aumenta a vida de prateleira de alguns produtos (validade).

O que causam?
Os ácidos graxos trans relacionam-se fortemente com o risco cardiovascular, especialmente em razão de aumentarem a concentração plasmática de colesterol e do colesterol ruim (LDL), além de reduzir o colesterol bom (HDL).
Qual a recomendação?
A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a ingestão de gordura trans não ultrapasse 1% do valor calórico da dieta. Isso significa que se um indivíduo consome 2000 kcal/dia, sua ingestão de trans não deve  ultrapassar 2g.
Por que é importante ler o rótulo dos alimentos?
A indústria pode utilizar termos como “livre de gorduras trans”, “zero”, “isento” nos rótulos dos alimentos quando o alimento pronto para consumo atender às seguintes condições:
– máximo de 0,2g de gorduras trans por porção
– máximo de 2g de gorduras saturadas por porção.

 

Por isso leia SEMPRE a lista de ingredientes e se apresentar “gordura vegetal parcialmente hidrogenada”, evidencia-se aí a presença de gordura trans, apesar do destaque de ausência dessa gordura no rótulo.

Adote hábitos mais saudáveis, evitando ao máximo o consumo dessa gordura, investindo em alimentos naturais e preparações caseiras sempre que possível.

 

gordura trans

 

Angélica Padilha de Brito é Nutricionista sob o CRN 35786, Graduada em Nutrição e pós graduada Nutrição Clínica Funcional. É Membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional, Palestrante na área de Nutrição e Qualidade de vida e Autora do projeto Chega de Adiar no facebook e do perfil no instagram @nutriangelicapadilha.

Compartilhar:

 

2
Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

newest oldest most voted
Paula Gomes
Visitante
Paula Gomes

Amei o artigo Jenny, pois mês passado fui ao médico e advinha?? A taxa de colesterol LDL está acima do normal, o médico passou caminhada e reduzir o consumo de frituras e gorduras.
Eu ainda tenho um agravante, pois sou hipertensa desde os meus 31 anos devido à uma gravidez na qual desenvolvi a hipertensão gestacional e continue hipertensa após o parto que ocorreu de forma prematura com 26 semanas e 5 dias.
Hoje tenho 38 anos, peso 51 kg, para ver que idade e peso nada tem a ver com colestorol.
Abraços!