Começou a era da papinha por aqui, e foi incrível como o tempo voou!! Parece que o Lorenzo nasceu ontem!! No post de hoje vou dar para vocês 7 dicas para preparar o cardápio de papinhas do seu bebê, porque se tem uma coisa que a gente tem dúvida é sobre qual papinha fazer e como fazer.

 

Como Mãe de segunda viagem, confesso que estou bem mais segura quando penso na introdução alimentar do Lorenzo. Já sei como vou fazer as coisas e sei também que não é tão difícil quanto parece alimentar um bebê de forma saudável. As dicas abaixo foram escritas por mim mesma, baseada na minha experiência com a Julia e na orientação do Pediatra.

 




 

1. Organização é fundamental!

A primeira e mais valiosa dica que posso dar é: se organize para as papinhas. Sente e faça uma lista de tudo que vai precisar para a introdução alimentar, desde colheres até os ingredientes para a papinha da semana, e vá às compras! Não deixe para comprar somente quando precisar. Alguns itens básicos são colheres, pratinhos, copos de transição, babadores (muuuuitos babadores) e claro, cadeirão.

 

2. Faça um cardápio semanal

A parte mais importante para o sucesso na introdução alimentar sem estresse. Procure tirar uns minutinhos toda semana para elaborar o cardápio do seu bebê, incluindo todas as refeições e lanches, assim você já sabe o que tem que cozinhar em cada dia da semana e o que precisa comprar também. Inicialmentes são 4 refeições diárias: fruta da manhã, almoço, fruta da tarde e jantar.

 

3. Um alimento de cada grupo

Conhecer os grupos de alimentos ajuda e muito na hora de elaborar o seu cardápio da semana, e para que a papinha seja completa em nutrientes, é preciso escolher um alimento de cada grupo. Não é necessário o uso de sal e temperos ao preparar papinhas. Abaixo deixo uma tabela que uso como guia aqui em casa para montar meu cardápio:

 

alimentos-papinha

Lista de alimentos e seus respectivos grupos para elaborar o cardápio semanal de papinhas.

 

4. Congele porções

Essa é uma das coisas que mais me ajudou a dar conta de tudo quando comecei com as papinhas da Julia, congelar! Principalmente para uma Mãe de dois é praticamente impossível ter tempo para cozinhar papinha todos os dias, mesmo porque, é impossível fazer uma porção tão pequena que só dê para uma refeição, então o segredo é fazer um pouco a mais e congelar. Geralmente pego um ingrediente de cada grupo e faço a papinha com ele inteiro, por exemplo, um chuchu, uma batata, etc. Isso te dá uma boa quantidade e depois de pronta a papinha, amasse e já congele prontinho para a refeição, daí é só descongelar e oferecer ao bebê.

 

5. Ofereça o mesmo alimento várias vezes

Pode ser que seu bebê não goste do sabor de um determinado alimento logo de cara, mas não é por isso que você nunca mais vai oferecê-lo à ele. Depois de alguns dias tente novamente! Você pode se surpreender com a aceitação dele.

 

6. Higiene é fundamental

Lavar bem as mãos, passar álcool 70 nas bancadas e lavar bem os utensílios que serão utilizados para o preparo da papinha é fundamental, afinal, não queremos que nosso bebezinho tenha dor de barriga, não é? Uma dica bacana que eu fiz por aqui na época da Juju é comprar uma panelinha exclusiva para preparar a alimentação dela, assim fica mais fácil manter sempre higienizado da forma correta.

 

7. Não triture a papinha, amasse!

Há alguns anos a maioria dos Pediatras e Nutricionistas falam que não é necessário triturar alimentos para oferecer ao bebê, batendo no liquidificador e peneirando por exemplo. O bebê precisa sentir a textura da comida e também precisa das fibras dos alimentos, que são destruídas ao bater no liquidificador. Com a Julia desde a primeira papinha amassei com o garfo e nunca tivemos problemas. O segredo é deixar tudo bem cozidinho e usar a carne já moída (inclusive o frango).

 

Essas são minhas 7 dicas de ouro para o preparo da papinha do bebê e elaboração do cardápio. Dessa forma eu tenho certeza que vocês vão conseguir se organizar e preparar alimentos deliciosos para seus pequenos, e além de tudo, nutri-los com o que há de melhor e mais saudável.

 

Quem me segue faz tempo sabe que com a Juju eu fiz também o método BLW (já falei sobre ele AQUI), e com o Lorenzo não será diferente, porém ele ainda é muito novinho para esse método, e vou aos poucos introduzindo com ele também. Vale ler um pouco mais sobre no post que citei. Se você quiser mais informações sobre a importância da alimentação pastosa para o desenvolvimento de seu bebê tem um post super bacana AQUI.

 

Lembrando que não devemos dar nenhum tipo de alimento ao bebê antes dos 6 meses ou sem o consentimento do Pediatra. Cada bebê reage de uma forma à introdução alimentar, e é importantíssimo ter o acompanhamento de perto do profissional. Nesse post trouxe apenas algumas dicas e experiências de Mãe (quase nutricionista). Se quiser saber como foi a introdução alimentar da Juju, tem mais AQUI.

 

Espero que tenham gostado desse post, ah, e não deixem compartilhar aqui embaixo suas experiências e se tiver alguma dica também vou adorar ler!

 

Para quem quiser acompanhar pelo instagram, tudo que eu postar sobre a alimentação complementar do Lorenzo estará na #AsPapinhasDoLorenzo.

 

Um super beijo, e até a próxima!!

 

 

Compartilhar:

 

0 0 votes
Article Rating
guest
10 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luana raquel
Luana raquel
4 anos atrás

Oi meu bb fez 6 meses ontem e eu ja vou começar a introdução alimentar dele como eu faço pra descongelar as papinhas dele sem o microondas?

Lhawynne Kerlyn Nunes Pimenta Gonçalves
Lhawynne Kerlyn Nunes Pimenta Gonçalves
5 anos atrás

Ola como você fazia com as folhas tipo alface? Você cozinha junto e tira antes de dar pra ele comer? E como faz pra descongelar? Você usa óleo?

Clarice
Clarice
5 anos atrás

Bom dia, gostei da sua lista mas mandioquinha é considerada um tuberculo. Pe possui 20% de carboidrato . Tenha um bom dia!

MARI
MARI
5 anos atrás

Oi!! Sou mãe de primeira viagem e estou às voltas com as coolicas da minha bebê. ..Vc tem alguma dica para aliviar as dores?

Carina
Carina
5 anos atrás

Estava precisando dessa tabelinha aí!!! Obrigada! Também sou mãe de segundo (2 meninos!!!). Eu faço a papinha todos os dias, mas preparo as 9hs da manhã para dar as 11hs!! A vida de mãe de 2 e corrida!!